23 de mar de 2014

Prefeitura de Osasco fará Concurso Público para Preencher 3 mil vagas

Prefeitura de Osasco faz concurso público para preencher 3 mil vagas
Desse total, 2,8 mil são para contratação imediata, incluindo oportunidades para médicos, professores e guardas municipais. Administração municipal firmou convênio com a Fundação Getúlio Vargas, para realização das provas.
A Prefeitura de Osasco vai realizar concurso público para preenchimento de 3 mil vagas na administração municipal. Desse total, cerca de 2,8 mil serão para contratação imediata de servidores. Já o número final de oportunidades, além dos salários, será divulgado no edital de abertura do concurso, que deve ser publicado dentro de 30 dias.
A elaboração e aplicação das provas ficarão a cargo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), conforme convênio firmado, na manhã de ontem, com a administração municipal.
O concurso envolve cargos que exigem formação nos ensinos Fundamental Completo, Médio Completo e Superior Completo.
Dentre os que têm o Ensino Fundamental como escolaridade exigida destacam-se 200 vagas para Cozinheiros, 50 para Auxiliar de Serviços Gerais e 35 para Ajudante Geral, dentre outras. Quem tem Ensino Médio completo pode concorrer, dentre outras oportunidades, a 500 vagas para Professor de Educação Básica I, 300 para Professor de Desenvolvimento Infantil II; 200 para Professor de Desenvolvimento Infantil I, 300 para Técnico de Enfermagem, 150 vagas de Atendente, 150 de Guarda Civil Municipal – sendo 100 masculino e 50 feminino -, e 100 para inspetor de alunos.
Dentre os cargos que exigem Ensino Superior, os que têm maior número de vagas são Enfermeiro (100), Médico Socorrista Plantonista (50) e Professor de Educação Básica II – Deficiência Mental (40).
Durante a assinatura do convênio, a secretária municipal de Administração, Marisa Elizabeth, afirmou que a realização do concurso demonstra a responsabilidade com a qual a gestão pública trata os servidores.
Já o diretor-adjunto de Mercados da FGV, José Bento Amaral, afirmou que a iniciativa da prefeitura corresponde a um “concurso de vulto” . “Além disso, essa é uma realização muito importante em um momento no qual o País tem muitos recursos, mas não conta com mão de obra de ponta. A missão do concurso público é justamente essa: atrair as melhores cabeças”, afirmou.
O prefeito Jorge Lapas, por sua vez, afirmou que a contratação de uma entidade de renome, como a da Fundação Getúlio Vargas, contribui para dar credibilidade ao processo seletivo e também para garantir que a seleção seja feita de acordo com o perfil que cada cargo exige.
Ele afirmou ainda que a realização do concurso faz parte de seu projeto de melhorar os serviços públicos prestados à população. “A melhoria da gestão pública só acontece com planejamento, modernização e realização do concurso, que são três coisas que estamos fazendo”, completou.
Lapas lembrou ainda que, atualmente, cerca de 50% dos funcionários públicos de Osasco são contratados por regime de CLT e que o concurso vai contribuir para que a administração não perca bons funcionários para a concorrência. “Temos bons funcionários, mas a maioria contratados de forma temporária e que, por isso, acabamos perdendo para o governo do Estado e para a iniciativa privada. O concurso torna nossa contratação mais atraente”, destacou, acrescentando que são esperadas 30 mil inscrições de candidatos.
Para receber atualizações sobre Concursos Públicos, acesse nossa Página no Facebook, vá em "curtir" e selecione "receber notificações". Assim você não perderá nenhuma novidade.
Grupos para estudos e troca de materiais
Professores de Osasco
Saúde São Paulo