26 de ago de 2014

Educação - São Paulo - Concursos para 11.865 Vagas


Ainda este ano será iniciada uma série de Concursos Públicos, na área da Educação do Estado de São Paulo. 

No total serão oferecidas 11.865 Vagas.

Do total de vagas, 4.535 serão para o Centro Paula Souza e 7.300 para a Secretaria Estadual de Educação.
.
.
.

Centro Paula Souza
O primeiro da lista será para a área administrativa do Centro Paula Souza, ligado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. De acordo informações da assessoria do órgão, o edital deve ser publicado ainda este ano, após as eleições. O novo concurso deve preencher 1.585 vagas. Os salários variam de R$997,20 a R$3.438,62. Para todas as funções a jornada é de 40 horas semanais. As oportunidades serão voltadas para ensino médio, técnico e superior, e serão distribuídas pelas 216 ETECs e 63 Fatecs espalhadas por todo o estado. A quantidade de vagas por unidade deve ser específica no edital.

O Centro Paula Souza também realizará novos concursos para a área docente, para o preenchimento de 2.950 vagas. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, nesse caso serão divulgados vários editais, segundo necessidades das ETECs e Fatecs, a partir de 2015.

As oportunidades serão distribuídas entre os cargos de auxiliar de docente I (1.400), professor assistente (400), professor associado I (750) e professor pleno I (400). Os salários variam de R$1.963,98 a R$7.518.

Secretaria Estadual de Educação (SEE-SP) - PEB I
Ainda este ano, a Secretaria Estadual de Educação (SEE-SP) divulgará o edital para o novo concurso para professor de educação básica I (PEB I). No total, serão ofertadas 5.734 vagas. A seleção foi autorizada pelo governador do estado, Geraldo Alckmin, no dia 16 de abril. O salário inicial da categoria é de R$1.462,80, para uma jornada de 30 horas semanais. Ainda existe a possibilidade de atuar no Regime de Dedicação Plena e Integral, que conta com uma jornada de 40 horas semanais. Neste caso a remuneração chega a R$3.413,20. Para concorrer, a exigência é de licenciatura plena em Pedagogia ou formação no magistério. O PEB I atua no primeiro ciclo do ensino fundamental (1ª a 5ª ano). Os novos professores da rede serão capacitados para atuar no programa Ler e Escrever, voltado para a alfabetização. Esses professores também atuarão com o programa EMAI (Ensino de Matemática para Anos Iniciais). O último concurso para a carreira foi realizado em 2005, e contou com uma oferta de 10.268 vagas. A seleção, organizada pela Cesgranrio, reuniu 162.501 inscritos.

Secretaria Estadual de Educação (SEE-SP) - Diretor de Escola
Anunciado pelo governador Geraldo Alckmin em agosto do ano passado, o concurso para 1.450 vagas de diretor é bastante aguardado por aqueles que almejam ocupar a função nas escolas estaduais. No entanto, sua realização depende da aprovação do Projeto de Lei Complementar 23/2014, que propõe alterações na carreira e na sua forma de seleção.

A remuneração atual de diretor de escola é de R$3.154,21, para uma jornada de 40 horas semanais. No concurso anterior puderam participar candidatos com curso de Pedagogia ou pós-graduação na área da Educação, este último para professores formados em outras áreas. Além disso, também foi necessário contar com, no mínimo, oito anos de experiência como efetivo no exercício do magistério.

O projeto sendo aprovado, o concurso para diretor passará a ser composto, além das provas escritas, por um curso de formação nas áreas de liderança e gestão, e um estágio. Após o curso, os diretores devem apresentar um plano de trabalho específico para a escola em que vão atuar. Os diretores também passarão pela chamada Avaliação Periódica de Desempenho Individual e, simultaneamente ao período de formação, o aprovado passará pelo estágio probatório de três anos, período em que os profissionais vão receber orientações sobre a função de gerenciamento de recursos humanos e estratégias de ensino. No entanto, o professor da rede estadual que conseguir aprovação no concurso e não passar no estágio probatório poderá voltar ao cargo de origem.

Secretaria Estadual de Educação (SEE-SP) - Supervisor de Ensino
Já para supervisor de ensino, está autorizado o preenchimento de 146 vagas. A remuneração inicial pode chegar a R$3.530,92 em início de carreira, para uma jornada de 40 horas semanais, já inclusa a gratificação de representação, no valor de R$500.

Neste caso, o projeto de lei complementar propõe a alteração do tempo de exercício exigido, se aprovado, para experiência profissional de, no mínimo, oito anos de efetivo exercício de Magistério, dos quais três anos em gestão educacional.

Fonte - Folha Dirigida

Para receber atualizações sobre Concursos Públicos, acesse nossa Página no Facebook, vá em "curtir" e selecione "receber notificações". Assim você não perderá nenhuma novidade.